Informações(011)2176.7135
Tempo de atendimento Pronto-Socorro
22min
Resultado de Exames Agendamento Online
https://hsi.org.br/dicas-de-saude/dez-passos-para-uma-alimentacao-adequada-e-saudavel/

Dez passos para uma alimentação adequada e saudável

1- Fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação:

Preferir os alimentos que são obtidos diretamente da natureza, em variedade, como grãos, tubérculos, frutas, hortaliças, carne, leite e ovos. Quando estes produtos passam por alterações mínimas na indústria como limpeza, empacotamento, secagem, moagem ou congelamento eles se tornam minimamente processados. Descascar mais e desembalar menos, deve ser a meta!

2- Utilizar óleos, gorduras e sal em pequenas quantidades:

Estes produtos podem ser utilizados no preparo das refeições para refogar, temperar e realçar o sabor dos alimentos, porém lembre-se de consumir com moderação. Evite açúcares.

3- Limitar o consumo de alimentos processados:

Alimentos processados são produtos relativamente simples, fabricados com adição de sal, açúcar ou outra substância de uso culinário a um alimento in natura, como conservas, queijos ou ainda pães, que são feitos com farinha de trigo, água, sal e fermento.  Os ingredientes e métodos usados para fabricar estes alimentos alteram de modo desfavorável a composição nutricional dos alimentos os quais derivam.  Podem ser consumidos em pequenas quantidades, como coadjuvantes em uma alimentação saudável e variada.

4- Evitar o consumo de ultraprocessados:

Ultraprocessados são alimentos que são fabricados com pouco ou nenhum alimento in natura que levam muitos ingredientes de uso industrial (de nomes pouco familiares nos rótulos) como biscoitos recheados, salgadinhos de pacote, refrigerantes, macarrão instantâneo por exemplo. Estes são nutricionalmente desbalanceados e o consumo deve ser evitado no dia-a-dia.

5- Comer com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, com companhia:

Estabelecer uma rotina com horários regulares para alimentação, em ambientes calmos, confortáveis, sem estímulos como televisão ou distrações que tirem o foco da comida é importante durante o consumo das refeições. Se possível, conte com uma companhia durante a alimentação. Estas orientações são importantes para que a ingestão alimentar seja realizada com consciência, percebendo a saciedade e aproveitando o momento de conforto.

6- Fazer compras em locais que ofertem variedade de alimentos in natura ou minimamente processados:

Dê preferência a fazer compras em locais como feiras, mercados, sacolões e qualquer outro que disponibilize produtos in natura ou minimamente processados (frutas cortadas, verduras e legumes higienizados, etc.). Sempre que possível adquira alimentos orgânicos de produtores locais. Comprar os alimentos da época é uma ótima maneira de consumir alimentos mais gostosos, ricos em nutrientes e com melhores preços.

7- Desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias:

Procure desenvolver suas habilidades culinárias. Aprenda novas receitas, envolva a família e estimule bons hábitos alimentares em todos a sua volta.

8- Planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece:

Programe sua alimentação, olhe os alimentos que já tem em casa, planeje suas compras, organize sua despensa. Hoje em dia temos cada vez menos tempo para dedicar à alimentação e tarefas domésticas e, planejar semanalmente e adiantar as preparações no final de semana, por exemplo, ajuda muito a melhorar a qualidade das refeições.

9- Dar preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora:

No dia-a-dia evite fast-foods. Restaurantes com comida por quilo ou que preparem pratos com “comida caseira” são boas opções para você que realiza as refeições fora de casa na maioria dos dias.

10- Ser crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais.

Lembre-se que a função essencial da publicidade é aumentar a venda de produtos, e não informar ou, menos ainda, educar as pessoas. Não existem alimentos milagrosos e, priorizar alimentos de qualidade, em variedade e quantidades adequadas é a chave para uma boa alimentação.

 

Fonte:

Raphaela Pinheiro
CRN3 37128

Referência:

Guia alimentar da população brasileira. Disponível em: http://bvsms.saude.gov/bvs/publicacoes/guia_alimentar_população_brasileira_2ed.pdf

Hospital Santa Isabel

Rua Dona Veridiana, 311 - Higienópolis - São Paulo/SP

(11) 2176.7135

Centro Médico e de Medicina Diagnóstica

Rua Dona Veridiana, 311 - Higienópolis - São Paulo/SP

(11) 2176.7135